As 24 pedras de crack estavam embaladas para a venda. Foto: Polícia Civil de Braço do Norte/Notisul
As 24 pedras de crack estavam embaladas para a venda. Foto: Polícia Civil de Braço do Norte/Notisul

Braço do Norte

Mesmo depois de estourar um ponto de tráfico de drogas no bairro Rio Bonito, em Braço do Norte, quando um rapaz de 18 anos foi preso, novas denúncias chegaram à polícia. As informações apontavam que a irmã do acusado havia assumido o negócio ilícito em seu lugar.
Na madrugada de ontem, policiais civis e militares do Serviço de Inteligência montaram uma nova campana em uma pensão na localidade. Constataram o grande ‘entra e sai’ de usuários.

A jovem de 19 anos foi flagrada no momento em que um comprador de crack questionava o valor exorbitante cobrado por pouca droga. Foram encontradas 24 pedras prontas para o comércio ilegal, além de certa quantidade de maconha e dinheiro.

Depois de ser levada à delegacia, a jovem foi conduzida ao Presídio Feminino de Tubarão. O seu irmão foi preso na última quinta-feira, na mesma ‘boca’ de crack.
Ele estava em um dos cômodos, quando foi abordado e também possuía pedras da droga. O lugar é conhecido como ponto de venda de vários tipos de drogas.