Viatura da GMT está parada há dez dias e aguarda uma aprovação de orçamento para o conserto.
Viatura da GMT está parada há dez dias e aguarda uma aprovação de orçamento para o conserto.

Rafael Andrade
Tubarão

A população tubaronense perdeu um reforço importante na segurança e fiscalização rodoviária urbana. A única viatura da Guarda Municipal de Tubarão (GMT) está parada no pátio da secretaria de segurança e trânsito da prefeitura, há dez dias.
O veículo, um Fiat Doblô modelo 2008, com capacidade para sete pessoas, é totalmente equipado para o serviço da guarda, porém, está sem freios e com outros problemas mecânicos. “Tivemos que encostar o carro na secretaria. Não estava mais em condições de uso. Amanhã (hoje) mesmo apresentarei o orçamento do conserto da viatura ao prefeito Manoel Bertoncini”, explica o secretário de segurança e trânsito, João Batista de Andrade. Após a aprovação orçamentária, o veículo deverá ser encaminhado à manutenção.

Conforme explicou o secretário, o prefeito solicitou uma contenção nos gastos de todas as secretarias e outros setores da prefeitura, por isso a viatura da GMT ainda está parada. “São dezenas de escolas e outras instituições como hospitais e supermercados que solicitam a presença de, pelo menos, um guarda municipal para realizar o controle de trânsito. Sem a viatura, fica complicado. Mas atendemos na medida do possível”, ressalta o diretor da GMT, Adaílton do Livramento.

O patrulhamento contínuo, antes executado com o auxílio da viatura, foi interrompido. Pela contenção de verbas, a quantidade de rondas, após o conserto do veículo, será reduzida. Além do carro, uma das quatro motos da corporação também está parada no pátio da secretaria. Atualmente, a GMT trabalha com três motos para 46 guardas municipais.