Dois mandados de prisão temporária foram cumpridos nesta segunda-feira (30) e três mandados de busca e apreensão domiciliar na cidade de Uberlândia, em Minas Gerais, em ação contra o golpe do financiamento. A investigação é da Delegacia de Polícia da Capital – Continente da PCSC.

As investigações apontaram que os dois envolvidos presos foram responsáveis pela abertura de contas bancárias em nome de terceiros com o objetivo de realizarem empréstimos pessoais e financiamentos em nome das vítimas, causando prejuízos financeiros em torno de R$ 50 mil.

Foram identificadas vítimas nos Estados de Santa Catarina, Rio Grande do Norte, São Paulo, Paraná, Goiás, Ceará e Bahia. Durante as buscas, foram apreendidos um documento falso, três aparelhos celulares, dois notebooks, quatro máquinas de cartão e nove cartões bancários.

 

Investigação

Os presos são investigados pelos crimes de estelionato (fraude eletrônica), associação criminosa e Lavagem de dinheiro. A Delegacia de Polícia da Capital – Continente da PCSC contou com o apoio operacional da Delegacia Especializada de Furto e Roubos da Polícia Civil de Minas Gerais.

 

Fonte: PCSC

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul