#ParaTodosVerem Na foto, um caminhão carregado com modelos solares, cuja carga foi furtada por uma quadrilha especializada neste tipo de furto
As cargas furtadas são de placas solares fotovoltaicas, um material cada vez procurado devido ao aumento do uso deste tipo de atriz de energia no país - Foto: PCSC | Divulgação

Agentes da Delegacia de Furtos e Roubos de Cargas da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC) da Polícia Civil de Santa Catarina cumpriram dois mandados, um de prisão preventiva contra um motorista por furtos de cargas, e outro de busca e apreensão. As ordens judiciais foram cumpridas nesta terça-feira (31), no Estado de Goiás. As investigações iniciaram em abril, quando foram registrados boletins de ocorrência em Itajaí e Tubarão. O trabalho de apuração demonstrou que em dois dias seguidos o motorista, integrante de um bando criminoso, subtraiu duas cargas registrando falsos boletins de ocorrência nos Estados de São Paulo e Maranhão.

Juntas, as cargas somam quase R$ 1,5 milhão. A ação deflagrada nesta terça-feira faz parte da investigação que tem continuidade para desmantelar uma organização criminosa responsável por diversos furtos de placas solares fotovoltaicas, devido ao aumento de utilização dessa matriz de energia no país. A ação teve o apoio de policiais civis da cidade goiana de Luziânia para a formalização dos procedimentos legais após a prisão.

Fonte: 5º Batalhão de Polícia Militar em Tubarão
Edição: Zahyra Mattar | Notisul

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul