Jaraguá do Sul

Um homem foi preso suspeito de estuprar uma pessoa com deficiência na noite de sexta-feira (23), em Jaraguá do Sul, no Norte de SC. O caso de estupro de vulnerável foi registrado pela Polícia Militar em um apartamento na rua Christina Enriconi Marcatto, no Jaraguá Esquerdo, por volta das 23h35. A vítima tem 30 anos, segundo os bombeiros voluntários.

A Polícia Militar recebeu a denúncia da mãe da vítima por telefone. Ela disse que saiu de casa por volta das 21h e deixou sua filha aos cuidados de seu namorado. Quando retornou, encontrou seu namorado somente de cueca e dormindo no sofá. Já a filha – que tem deficiência e não consegue andar sem auxílio – estava na cama.

De acordo com a polícia, a mulher encontrou manchas de sangue nos lençóis e viu que a filha estava com sangramento e lesões na região da genitália. Ela disse que a filha não menstrua, pois toma injeção. Por isso, ela suspeitou que o namorado havia cometido abuso sexual e chamou a PM.

Conforme a PM, a vítima apresentava lesões graves na genitália e foi conduzida pelos bombeiros ao hospital. A Polícia Militar disse que tentou acordar o padrasto da vítima para ouvir seu relato. Ele estava embriagado e reagiu agressivamente com empurrões e ainda bateu contra os móveis e o chão. Ele provocou escoriações nos policiais, que usaram a força física para contê-lo e algemá-lo.

O suspeito foi preso em flagrante e conduzido até a delegacia. A PM não informou a idade do homem detido e o tipo de deficiência da vítima. Em contato com a Polícia Civil, não foram passados mais detalhes até o fim da manhã deste sábado (24).