A Polícia Civil prendeu em flagrante um garoto de programa e uma travesti suspeitos de filmar a relação sexual com um idoso de 65 anos para extorqui-lo em Rio Verde, no sudoeste de Goiás. Segundo a polícia, o homem já tinha repassado R$ 2,5 mil e um cordão de ouro para a dupla, mas recebeu nova ameaça de que, se não desse mais dinheiro, postariam o vídeo nas redes sociais.

A prisão aconteceu no sábado (1º), dentro do estacionamento de um atacadista às margens da BR-060.

De acordo com o delegado Stanislao Montserrat, que atendeu a ocorrência, a própria vítima procurou a delegacia. Para a polícia, o idoso contou que pagou por um programa com o rapaz e com a travesti. Ele disse ainda que foi filmado sem o consentimento.

De acordo com o delegado, os suspeitos estavam mandando mensagens para o idoso pedindo dinheiro e ameaçando mostrar o vídeo íntimo para a família dele. Eles também ameaçavam expor o vídeo nas redes sociais.

A polícia anexou ao inquérito os prints das conversas e das ameaças. Segundo a investigação, o idoso chegou a pagar R$ 2,5 mil para os suspeitos. Além disso, ele também deu um cordão de ouro.

O garoto de programa e a travesti foram presos e levados para a Casa de Prisão Provisória (CPP) de Rio Verde. A reportagem não conseguiu localizar a defesa dos envolvidos.