Foi divulgada a foto do carregamento de cocaína apreendida com um militar brasileiro no aeroporto de Sevilha, na Espanha. A imagem foi publicada pelo jornal El País. O sargento da Aeronáutica Manoel Silva Rodrigues foi flagrado transportando 39 quilos de cocaína em um avião da Força Aérea Brasileira. 

Ele fazia parte da comitiva de apoio à viagem do presidente Jair Bolsonaro para Osaka, no Japão, no mês passado. A droga estava embalada em 37 pacotes de pouco mais de 1 quilo cada um. Quase todas as embalagens estavam enroladas com fita adesiva de cor bege. Apenas um delas tinha fita adesiva amarela.

Avaliada em R$ 6 milhões, a cocaína só foi detectada através de um raio-x. Os entorpecentes estavam na mala de mão do militar. O sargento Manoel Silva Rodrigues trabalha como comissário de bordo em voos da Força Aérea Brasileira. 

Ele é designado para fazer a rota de uma viagem presidencial antes da partida das autoridades. Por causa disso, o militar sempre chega antes ao destino da viagem, para que possa dar apoio.

Sevilha, na Espanha, seria uma das paradas do presidente Jair Bolsonaro antes de chegar em Osaka no Japão. Por causa do episódio envolvendo o militar, Bolsonaro decidiu fazer a parada em Lisboa, em Portugal.

Ontem, Bolsonaro disse que o governo irá enviar uma equipe de militares para interrogar o sargento Rodrigues. “Temos a suspeita de que não é a primeira vez que ele mexeu com drogas, tendo em vista a quantidade. E investigações a que tive acesso estão indo a contento”, disse o presidente.

Foto obtida pelo jornal El País