O foragido se confundiu no momento de responder os policiais e informou sua data e local de nascimento, ao invés dos dados do irmão. Na conferência do sistema, foi descoberto que ele tinha um mandado de prisão ativo - Foto: Polícia Militar de Laguna

Em rondas pelo bairro Progresso no fim da noite deste domingo, em Laguna, os agentes de uma guarnição da radiopatrulha da Polícia Militar observaram um homem que tentava esconder o seu rosto com a aproximação da viatura. Desconfiados, os policiais realizaram a abordagem. Foi feita uma revista pessoal e nada de ilícito encontrado. Os documentos foram solicitados e o suspeito, de 36 anos, não portava carteira de identidade ou de motorista.

Os policiais perguntaram o seu nome completo e ele respondeu. Em consulta no sistema, o nome fornecido não conferia com a data e o local de nascimento. Muito nervoso, os policiais resolveram realizar uma nova consulta, desta vez com o nome da mãe do homem. Ocorre que o suspeito tinha fornecido o nome de seu irmão, mas se confundiu ao responder as outras perguntas e passou a data e o local de nascimento dele mesmo.

O homem era procurado pela Justiça e tinha um mandado de prisão ativo em seu nome. Ele recebeu voz de prisão e foi conduzido para a Unidade Prisional Avançada (UPA) de Laguna, onde ficará à disposição do judiciário. O crime do qual é acusado não foi informado pela PM.

 

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul