Wagner da Silva
Braço do Norte

Um incêndio no porão da igreja matriz Nosso Senhor do Bom Fim, de Braço do Norte, quase termina em destruição ao patrimônio se não fosse a ação de alguns cidadãos e do Corpo de Bombeiros. O fogo iniciou por volta de 10 horas, após uma queima de fogos de artifício. As chamas iniciaram na parte inferior da igreja, usado como depósito e onde estava parte do material utilizado na estrutura de barracas nas festas.

Ao ver a fumaça, Valdenir da Rocha Martins, proprietário de um estacionamento em frente ao local, correu com uma marreta para tentar arrancar o cadeado. “Vi a fumaça saindo nas portas e janelas. Corri para salvar o patrimônio da igreja”, explica.
Logo em seguida, outros chegaram para ajudar e acionar o Corpo de Bombeiros, que passou trabalho devido à manutenção no hidrante localizado a menos de 20 metros do local. Mesmo assim, conseguiram controlar as chamas.

Uma perícia deve ser realizada para avaliar o estrago, já que o fogo chegou à estrutura do assoalho de uma parte da igreja e afetou a parte elétrica. A coligação Com a Força do Povo explica que o início do incêndio no porão pode ter sido causado por faíscas de fogos de artifícios, mas felizmente não teve graves consequências.
Segundo a assessoria de imprensa da coligação, o caso já foi solucionado junto à paróquia, que entendeu que o fato foi um pequeno incidente. A coligação já tomou todas as medidas cabíveis para ressarcimento do dano.