Tubarão

O carpinteiro Orlando Antunes do Livramento, de Tubarão, dirige uma moto Yamanha YBR. Ele e muitos outros motoristas foram parados ontem, pela Guarda Municipal de Tubarão, em um comando de trânsito realizado no cruzamento das pontes Nereu Ramos e Heriberto Hülse com as ruas Lauro Müller e Marechal Deodoro. Após a conferência dos documentos, Orlando foi liberado. “Dependo da moto para trabalhar e procuro andar certo. Gostei da iniciativa da GM. A blitz é algo necessário, tem muito motorista que não respeita o limite de velocidade”, afirma o carpinteiro.

O comando de trânsito foi realizado na parte da manhã, ao meio-dia e no fim da tarde, e contou com o uso do radar móvel para contagem do fluxo de veículos. “É importante saber qual a média de veículos que transitam nos horários de pico. Isso pode influenciar no tempo do semáforo e na sinalização com placas e faixas de pedestre. Amanhã (hoje), teremos compilado os dados, mas o trabalho continua, até que nós tenhamos informações suficientes para fazer uma boa avaliação e propor alterações”, explica o diretor da GM, Adailton do Livramento.

O comerciante Robson Motta também gostou da iniciativa da GM de fiscalizar com mais intensidade o trânsito no centro. “Na frente da minha loja, já vi muitos acidentes. Tem motorista e também pedestre imprudente”, observa Robson.