Ontem à tarde, não havia engarrafamento na BR-101 no trecho de Tubarão, ao contrário de sábado, quando o tráfego estava intenso.
Ontem à tarde, não havia engarrafamento na BR-101 no trecho de Tubarão, ao contrário de sábado, quando o tráfego estava intenso.

Tubarão

Os motoristas que trafegaram pela BR-101 durante o sábado passaram por um verdadeiro teste de paciência. Devido às festas de fim de ano, gaúchos e catarinenses resolveram migrar para as praias de Santa Catarina depois do Natal e foi um verdadeiro ‘Deus nos acuda’ entre Tubarão e Laguna. Já ontem, as filas foram registradas em Jaguaruna e Laguna.

Sábado à tarde, o congestionamento ia de Capivari de Baixo a Laguna. Já à noite, a fila formou-se do viaduto de Tubarão à Cidade Juliana. “O principal motivo dos congestionamentos foi o número de veículos”, revela o policial rodoviário federal Vargas. Outra razão é a transição das pistas duplicada para simples, o que ocasionou um verdadeiro funil no trânsito.

A Polícia Rodoviária Federal em Tubarão registrou congestionamento de 20 quilômetros. Os motoristas levavam cerca de duas horas para chegar até a ponte de Cabeçudas. Em alguns momentos, o tráfego ficou completamente parado, mas na maior parte do dia o tráfego seguiu lento.

Ontem, o engarrafamento ocorreu nas saídas dos municípios litorâneos, como Jaguaruna e Laguna. A estimativa da polícia é de que o tráfego ficou cerca de 30% maior do que em dias normais. “O movimento maior será registrado domingo, quando encerra a temporada de festas”, ressalta o policial Vargas.