Maycon Vianna
Tubarão

A Polícia Civil de Tubarão está perto de anunciar um desfecho para os cinco homicídios ocorridos na cidade este ano. O último crime ocorreu no dia 29 de julho. Fabiano Francisco da Silva, que morava no morro do Bem-Bom, no bairro São João, em Tubarão, foi a última vítima da série de assassinatos ocorridos em 2008 por suposto envolvimento com tráfico de drogas.

A polícia também investiga as mortes de Taiane Espíndola e Rogê Moreira – os crimes ocorreram no mesmo local, próximo à ponte do Morrotes, e podem ter alguma ligação.
Os 15 presos acusados de envolvimento nos assassinatos continuam no Presídio Regional de Tubarão à disposição da justiça. A polícia ainda busca reunir provas para poder confirmar o envolvimento dos detidos nas mortes.

As investigações apontam que nem todos os homicídios ocorridos na cidade este ano têm ligação. Os dois primeiros assassinatos, de Rogê Moreira, 25 anos, em 5 de junho, e Taiane de Oliveira Espíndola, 20, morta em 15 de julho, devem, sim, ter algum tipo de envolvimento, pois eles se conheciam e tinham amigos em comum. Desde a morte de Fabiano Francisco da Silva, são mais de dois meses sem mortes por disparos de arma de fogo na cidade.

Operação 121 cumpriu 12 mandados de prisão
Dos 12 mandados de prisão emitidos pela justiça relacionados aos cinco assassinatos na cidade, todos foram cumpridos em uma operação realizada pela Polícia Civil. No total, 15 suspeitos foram presos. A operação tem como objetivo encontrar os autores dos homicídios, e somente será encerrada quando todos os crimes forem desvendados.

O homicídio da pequena Lohana Gonçalves de Oliveira, de um ano e 11 meses, provavelmente nada tem a ver com os outros quatro assassinatos. O autor do disparo que atingiu a menina está preso e confessou o crime no início de agosto.