Familiares pedem doação de sangue para policial ferido em combate durante assalto em Criciúma

O tubaronense Jeferson Luiz Esmeraldino, 32 anos, já passou por 3 cirurgias e precisa repor o banco de sangue do hospital onde está internado em Criciúma.

A família do soldado Jeferson Luiz Esmeraldino, 32 anos, policial ferido durante combate da Polícia Militar em Criciúma, pede ajuda com doação de sangue. O tipo sanguíneo do Esmeraldino é B+ e as doações podem ser feitas em qualquer Hemosc de Santa Catarina.

Esmeraldino já passou por 3 cirurgias desde que foi atingido por um tiro de fuzil no abdômen na madruga desta terça-feira e seu tipo sanguíneo já está em falta no banco de sangue do hospital São João Batista, em Criciúma, onde está internado.

O soldado ficou ferido durante troca de tiros com  assaltantes em Criciúma, ele foi alvejado com um tiro de fuzil, perdeu parte dos rins e do fígado e está com uma hemorragia interna difícil de ser contida.

Esmeraldino é de Tubarão e trabalha no Pelotão de Patrulhamento Tático (PPT) da Polícia Militar de Criciúma.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul