Foto: Polícia Civil de Tubarão/DCFRT/Divulgação/Notisul
Foto: Polícia Civil de Tubarão/DCFRT/Divulgação/Notisul

Tubarão

Um homem de 58 anos que se dizia veterinário e chegou a aplicar remédio em alguns animais chegou a ser detido durante o cumprimento de um mandado de busca e apreensão, ontem, em Tubarão, por policiais da Divisão de Combate a Furtos e Roubos de Tubarão (DCFRT), com o apoio de agentes da Delegacia da Criança, do Adolescente, e de Proteção à Mulher e ao Idoso.

Tudo começou após uma denúncia anônima de que o homem estaria aplicando injeções em animais, além de estar na posse de diversos medicamentos e seringas. Vários materiais foram encontrados e apreendidos em sua casa. Ele responderá, por enquanto em liberdade, ao artigo 47 da Lei de Contravenções Penais.

Material de propaganda do trabalho criminal que executava foi localizado e também levado à delegacia. O delegado Danilo Bessa Brilhante coordenou a operação e a investigação. O disque-denúncia da Polícia Civil é o número 181.