Quatro jovens foram presos em flagrante e um estudante universitário foi resgatado pela Polícia Civil na noite desta quarta-feira (18). O estudante que teria contraído uma dívida com traficantes e foi sequestrado em Florianópolis. Eles exigiam o pagamento de um valor da família para soltá-lo.

Quando souberam do sequestro, desesperados, familiares do jovem de Balneário Gaivota, procuraram a Delegacia de Polícia Civil. “Basicamente as primeiras instruções foram feitas por nós, mas o restante da investigação foi realizada pelos nossos colegas de Florianópolis”, explica o delegado responsável pela comarca de Sombrio, Luís Otávio Pohlmann.

Com o andamento da investigação, o estudante universitário foi libertado por policiais civis da Delegacia de Roubos e Antissequestro (DRAS) da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC) da Polícia Civil, no bairro Carvoeira, em Florianópolis.

 

Tortura e dívida por drogas

Enquanto estava mantido em cárcere, o estudante foi torturado pelos quatro suspeitos que o ameaçavam de morte e, além disso, ameaçavam, também, a família dele. Ele teria contraído uma dívida com os traficantes que exigiam o pagamento de R$ 2 mil para soltá-lo, de acordo com a Polícia.

“Jovem foi vítima de traficantes de droga exigindo o pagamento de um valor, ameaçando tanto a família quanto ele, também, cometendo agressões e até queimaduras de cigarro para que a família fizesse o pagamento de um valor para libertá-lo”, explica o delegado da DEIC, Anselmo Cruz.

Segundo o apurado pela Polícia Civil, o estudante universitário estaria envolvido há dois meses com o consumo e tráfico de drogas na região da Serrinha em Florianópolis. Desta forma tendo contraído a dívida com os traficantes. Após tomar conhecimento do sequestro, os policiais civis da DRAS/DEIC identificaram que o pagamento do resgate seria feito nas imediações da UFSC.

 

Pagamento de resgate e prisões

Com a informação de onde ocorreria o pagamento do resgate, os policiais civis montaram uma operação. “Efetuando o resgate nas imediações da universidade no início da noite. A vitima foi salva em segurança, enquanto isso quatro jovens foram presos. Todos sem antecedentes criminais, mas com relação com o tráfico de drogas”, ressalta o delegado da DEIC.

Os quatro jovens detidos possuem idades entre 19 e 21 anos. Presos em flagrante, segundo a Polícia Civil eles devem responder pelo crime de extorsão mediante sequestro com pena prevista de 12 a 20 anos de reclusão. “Nesse crime pelo qual foram presos, as vítimas são tanto a pessoa sequestrada quanto as demais de quem é exigido o pagamento do resgate”, informa o comunicado da Polícia Civil.

 

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul

Fonte: Litoral Sul