Tubarão

Um dos envolvidos no assassinato do guarda municipal Marcelo Goulart da Silva, 33 anos, ocorrido em 10 de fevereiro do ano passado, em Tubarão, recebeu mais uma condenação esta semana. A sentença foi proferida pelo juiz da 1ª vara criminal, Elleston Canali.

Thiago Castro Alves, 28 anos, foi condenado a um ano e três meses de prisão pelo furto de uma motocicleta, em 2009, no bairro Aeroporto. Na época, ele não tinha passagens.
Agora, acumula três condenações. Em fevereiro deste ano recebeu uma sentença de 39 anos e 7 meses pelo crime de latrocínio que vitimou o GM Marcelo. Ele era um dos encarregados do planejamento dos crimes praticados pela quadrilha.
O criminoso também recebeu pena de 5 anos e 3 meses por um roubo a estabelecimento comercial, em Tubarão. Com isto, são 46 anos e um mês de prisão pelos três delitos praticados. Thiago está no Presídio Regional de Tubarão.