Um homem foi condenado ao cumprimento de 70 anos de cadeia por crime de estupro no município de Seara. Ele é acusado de abusar sexualmente de duas enteadas e, segundo as informações do processo, os atos de violência vinham sendo praticados desde que as vítimas tinham 5 anos. Atualmente uma tem 15 e outra tem 18 anos. 

A ação teve início em 2017 e somente agora houve um desfecho para condenar o acusado em regime inicial fechado. O caso tramita em segredo de justiça como forma de evitar a exposição das vítimas. 

Além da condenação, a justiça estipulou também o pagamento de indenização por danos morais no valor mínimo de R$ 12 mil para cada uma das vítimas, valores que deverão ser corrigidos. 

Apesar da pena imposta, a justiça entendeu que deve ser concedido ao réu o direito de recorrer em liberdade, uma vez que não foi apresentado pela acusação qualquer elemento indicando a necessidade da prisão do réu neste momento. 

A advogada de defesa, Michele Steffens Feskiu, destacou que assim que for notificada vai protocolar um recurso junto ao Tribunal de Justiça defendendo a tese de negativa de autoria, uma vez que o réu sempre negou as acusações.