Uma ação policial resultou na fratura da perna de uma mulher, em Mafra. O caso aconteceu no último dia 19 de janeiro, e a polícia do Estado abriu um inquérito para analisar o comportamento dos agentes.

Segundo a PM, um motociclista com a placa levantada fugiu de uma abordagem em um bairro de Mafra, cidade catarinense, e cruzou a cidade desrespeitando a sinalização acima da velocidade permitida. Depois o homem ainda entrou em um terreno baldio e se escondeu nos fundos de uma casa, na qual os policiais realizaram a abordagem.

Ainda de acordo com a PM, vizinhos do local ameaçaram os policiais e tentaram impedir a prisão do homem. Entre os mais exaltados, uma mulher acabou detida, a mesma que é registrada nas imagens.

“Ao ser levada para a viatura, sem algemas a princípio, demonstrou resistência, (conforme vídeo da câmera tática do policial militar) razão pela qual o policial que lhe conduzia fez uso da força, vindo ao chão, restando ferimentos superficiais no nariz, bem como, suspeita de fratura na perna esquerda”, diz nota oficial divulgada pela PM. Por conta dos ferimentos, a mulher passou três dias no hospital, onde realizou uma cirurgia para a colocação de 13 pinos na perna. 

No documento o Comando da Guarnição Especial de Mafra afirmou que os policiais são treinados para “fazer o uso progressivo de força, bem como, observarem os protocolos operacionais padrão”.

Tanto a mulher presa e que teve a perna fraturada quanto os policias envolvidos na ação serão ouvidos no inquérito.