Maycon Vianna
Tubarão

“Mais pressão, mais pressão… Corre com a mangueira de água. Cuidado!”. Os bombeiros de Tubarão tiveram trabalho para conter um incêndio que atingiu duas casas de madeira por volta das 15h30min de ontem, localizadas em um mesmo terreno na travessa Benjamim Marcondes, no bairro Oficinas, em Tubarão. O fogo começou em um cômodo da casa da frente e o calor assustou uma vizinha.
“Comecei a sentir que as paredes estavam quentes. Logo, acionei os bombeiros, mas alguém já tinha avisado sobre as chamas”, relata a estudante do ensino médico Elisabete da Silva Figueiredo.

Não havia ninguém em ambas as residências na hora em que começou o fogo. A filha da proprietária de uma das casas chegou assustada ao local. “Eu estava no trabalho e não sabia de nada. Avisaram-me e corri para saber o porquê de tanto fogo”, conta Maria Zélia Faria Fermino.
Em apenas dez minutos, o fogo tomou conta de todos os móveis e eletrodomésticos das casas. Tudo que havia no interior foi perdido. A Polícia Militar também foi acionada para dar suporte à ocorrência e para não deixar os moradores aproximarem-se das chamas.

O chefe de fiscalização do meio ambiente de Tubarão, Marconi Oliveira, passava pelo local do incêndio e logo preocupou-se em avisar o Corpo do Bombeiros. “Não houve vítima, mas, por pouco, o fogo não atingiu um butijão de gás. Conseguimos afastá-lo para não ocorrer uma explosão. Os bombeiros chegaram rapidamente e começaram a conter as labaredas”, detalha Marconi.
As causas do incêndio ainda são desconhecidas. Suspeita-se de um curto-circuito na fiação elétrico ou de que focos de fogo tenham ‘saído’ de um fogão à lenha.