Supostamente engasgadas com o leite materno, duas irmãs gêmeas recém-nascidas morreram em Blumenau, no Vale do Itajaí, na noite deste domingo, 26. O Corpo de Bombeiros Militar disse que a mãe afirmou que as filhas mamaram por volta das 17 horas e depois foram colocadas para dormir. Ela também contou que cerca de meia hora depois, ao verificar as crianças, percebeu que estavam “frias”.

Ainda conforme os bombeiros, foi encontrada uma certa quantidade de leite bronco aspirado, ou seja, quando ocorre a inspiração do líquido e fecha as vias aéreas. Depois de serem realizadas manobras para reversão do quadro de saúde, o médico do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) constatou a morte das bebês no local.

Elas eram prematuras, nasceram com 27 semanas e ficaram 80 dias na incubadora, no Hospital Santo Antônio. Segundo o delegado David Sarraff, o caso será investigado pela Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (Dpcami). O Instituto Geral de Perícias (IGP) deverá emitir um laudo atestando a causa da morte das recém-nascidas.