O vídeo mostra claramente o cabo eleitoral oferecendo colinha para quem se descolava para as urnas.
O vídeo mostra claramente o cabo eleitoral oferecendo colinha para quem se descolava para as urnas.

Carolina Carradore
Tubarão

Enquanto em algumas cidades da região de Tubarão as Eleições 2010 foram tranquilas, em outros municípios houve denúncias e flagrantes de boca de urnas, compra de votos e embriaguez. Ontem, dez pessoas foram presas pela Polícia Militar.

Em São Ludgero, um vereador foi flagrado pela PM enquanto pedia voto para um candidato de seu partido em frente à Escola Básica São Ludgero, no centro da cidade. O parlamentar, que, segundo policiais militares apresentava sinais de embriaguez, foi encaminhado à delegacia de Braço do Norte. Outras três pessoas foram detidas em São Ludgero, acusadas de realizar transporte irregular de eleitores. Todas foram encaminhados à delegacia, prestaram depoimento e foram liberadas.

Em Tubarão, um comerciante gravou o momento em que um cabo eleitoral entregava santinho aos eleitores, próximo de uma sessão eleitoral, no centro da cidade. Na filmagem, o homem – de óculos escuros e com um botton no peito – oferece uma colinha a uma senhora. “Foi muito ‘cara de pau’ dele continuar pedindo voto mesmo sabendo que estava sendo filmado”, reclama o denunciante, que encaminhou a gravação ao promotor eleitoral Janir Della Giustina. Como não houve flagrante, o promotor informou que o cabo eleitoral será identificado após análise da filmagem e poderá responder por crime eleitoral.

Na Cidade Azul, pelo menos dez denúncias foram feitas à Polícia Militar por compra de votos e boca de urna. Nenhum flagrante foi concretizado. Em Laguna, mais de 15 denúncias foram recebidas pela PM, mas, quando a viatura chegava no local indicado, ninguém era flagrado comprando votos ou fazendo boca de urna.

No estado
Em todo o estado, 43 pessoas foram detidas envolvidas em crimes eleitorais. Todos foram liberados e responderão processo em liberdade.
Em Passo de Torres, cerca de 15 pessoas foram flagradas praticando boca de urna. Em Turvo, mais cinco cidadãos foram detidos após serem flagrados transportando eleitores de forma ilegal.

Em Treviso, um vereador foi preso após distribuir santinhos no centro da cidade. Em Capinzal, outro parlamentar foi detido na tarde de ontem. Ele foi flagrado colocando cavaletes com propaganda e distribuindo santinhos.