Tubarão

As estratégias para a segurança dos eleitores no dia 5 de outubro, nos municípios da Amurel, começaram a ser definidas ontem, em reunião entre o juiz da 33ª zona eleitoral de Tubarão, Luiz Fernando Boller, o promotor de justiça Cid Luiz Schmitz e representantes do comando da Polícia Militar. O encontro ocorreu na sede da 8ª região da PM, em Tubarão.

É preciso fiscalizar para evitar condutas irregulares. “É uma época um tanto conturbada. Os nervos estão mais aflorados, por ser uma eleição local. Em Jaguaruna, por exemplo, sempre há problemas com os simpatizantes dos partidos, que chegam a entrar em confronto”, ressalta o juiz Luiz Fernando Boller.
O comandante da 8ª região da Polícia Militar, coronel Norival Lorenzo Cancelier, garantiu reforço policial nos municípios de Jaguaruna, Sangão e Treze de Maio, considerados os locais mais problemáticos.

“Em determinadas épocas, havia pistoleiros para amedrontar os eleitores. Este ano, os policiais já estão avisados para evitar brigas. Três guarnições do Pelotão de Patrulhamento Tático (PPT) de Tubarão darão suporte para a segurança na cidade”, ressalta Norival.
Já nos locais de votação de Tubarão, os maiores cuidados com a segurança serão no Colégio Visconde de Mauá, em Oficinas, e Henrique Fontes, no Humaitá, onde geralmente há tumulto e aglomeração de eleitores.

Entre outras ações da PM, haverá o isolamento do estacionamento do fórum e, em um trecho da rua padre Bernardo Freuser (da Escola Técnica de Comércio), no centro, o trânsito será desviado, com proibição da conversão à esquerda, que dá acesso ao Colégio São José.
Na chegada das urnas, prevista para ocorrer no sábado, a partir das 13 horas (posteriormente, haverá a divisão), dois policiais estarão de plantão no fórum.

Violência doméstica: Mulher apanha do marido e quase perde o bebê

Maycon Vianna
Tubarão

A violência contra as mulheres em Tubarão tomou proporções preocupantes nos últimos dias. E essa violência ocorre dentro de casa. Na maioria das vezes, elas são agredidas por seus próprios companheiros, não denunciam as brutalidades e tornam-se vítimas silenciosas.

Ontem, por volta das 8h42min, na Guarda Margem Esquerda, em Tubarão, um homem de 48 anos agrediu a companheira, de 32, grávida. Ela levou vários socos e pontapés no rosto e, por pouco, não perdeu o bebê.
Ela saiu aos gritos de casa e pediu ajuda aos vizinhos, que acionaram a Polícia Militar. O homem, completamente descontrolado, ainda ameaçou a vítima com uma faca e disse que a mataria.

Os policiais detiveram o homem em flagrante e o levaram à Delegacia da Criança, Adolescente, Proteção à Mulher e ao idoso de Tubarão. Ele prestou depoimento no início da tarde de ontem para a delegada Larizza Antunes dos Santos e, em seguida, foi encaminhado ao Presídio Regional de Tubarão.
A vítima foi encaminhada ao Hospital Nossa Senhora da Conceição com sérias escoriações no rosto. De acordo com informações dos vizinhos, a agressão foi tão forte que ela pode ficar com sequelas, principalmente devido às inflamações na face. Ele permanece internada, em observação.

Tentativa de homicídio
Um crime passional ocorreu na manhã de segunda-feira. Um homem atirou contra a própria esposa no bairro Andrino e depois tentou suicidar-se. Ambos continuam em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do HNSC.