A sessão de julgamento, presidida pelo juiz substituto Guilherme Costa Cesconetto, durou 15 horas - Foto: Banco de imagens | Divulgação

O Tribunal do Júri da comarca de Criciúma condenou dois homens pela morte de um idoso de 63 anos. O crime ocorreu em 2 de janeiro de 2020, no bairro Cristo Redentor, e foi o primeiro homicídio daquele ano na cidade. A sessão de julgamento, presidida pelo juiz substituto Guilherme Costa Cesconetto, durou 15 horas. Segundo a denúncia, a vítima foi morta pela suspeita de que teria praticado crime sexual contra uma criança e, por isso, os acusados, integrantes de facção e em uma espécie de “tribunal paralelo”, teriam decidido pela morte do idoso. A vítima teria sido abordada pela dupla, acompanhada de um adolescente, em via pública e alvejada com 14 disparos de arma de fogo.

A acusação contra o idoso nunca foi comprovada. Um réu foi condenado pelos crimes de homicídio qualificado, mediante recurso que dificultou a defesa da vítima, organização criminosa e corrupção de menores, a 19 anos e oito meses de reclusão, em regime fechado. O corréu foi condenado por homicídio duplamente qualificado, por motivo torpe e recurso que dificultou a defesa da vítima e pelo crime de organização criminosa, a 18 anos de reclusão, em regime também inicialmente fechado. A ambos foi negado o direito de recorrer em liberdade. O processo tramitou em segredo de justiça.

Fonte: Tribunal de Justiça de Santa Catarina
Edição: Zahyra Mattar | Notisul

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul