Tubarão

Dois homens, acusados de estelionato, foram condenados esta semana pela justiça de Santa Catarina. A juíza da 2ª Vara Criminal de Tubarão, Liene Francisco Guedes, determinou que um dos acusados, de 31 anos, deverá cumprir 14 anos e oito meses de reclusão, em regime fechado.  Já o outro, de 55 anos, foi condenado a três anos e oito meses de prisão, também no mesmo regime.  

As investigações comprovaram que os homens fraudaram diversos documentos para a aquisição de empréstimos junto aos bancos e as instituições de crédito de Tubarão. As falsificações incluíam identidades, comprovantes de residência e até documentos de pessoas já falecidas. Diversos moradores da Cidade Azul foram vítimas dos estelionatários.