Márcio Lavoratti conduzia sua motocicleta em direção a Gravatal quando foi atingido por um Audi. O motorista do carro fugiu do local sem prestar socorro à vítima Márcio tinha 27 anos e morava em Braço do Norte.
Márcio Lavoratti conduzia sua motocicleta em direção a Gravatal quando foi atingido por um Audi. O motorista do carro fugiu do local sem prestar socorro à vítima Márcio tinha 27 anos e morava em Braço do Norte.

Mirna Graciela
Tubarão

Duas mortes provocadas por acidentes de trânsito ocorreram na região entre sexta-feira e ontem. Uma foi registrada na BR-101, em Tubarão. A outra na rodovia SC-438, em Braço do Norte.

O ciclista José de Fátima Carara, 56 anos, morreu às 14 horas de sábado, quando tentava atravessar a pista duplicada no KM-338 da BR-101, nas proximidades da Ponte Cavalcanti, em Tubarão.

Ele foi atingido por um Scania de Turvo. Com ferimentos graves, a vítima, morador do bairro KM 63, não resistiu e faleceu ainda no local. O condutor do caminhão, um homem de 51 anos, saiu ileso.

O outro acidente vitimou Márcio Lavoratti, 27 anos. Ele morreu a caminho do Hospital Nossa Senhora da Conceição, em Tubarão, às 23h45min do última sexta-feira, após sofrer um acidente na SC-438, nas proximidades da indústria Plástico Universal, em Braço do Norte.

 Ele conduzia a motocicleta de São Ludgero, em direção a Gravatal, quando se chocou contra um Audi preto, que trafegava no sentido contrário. Com o impacto do acidente, Márcio perdeu a perna esquerda.

O motorista do Audi ainda não foi identificado pela polícia. Ele fugiu do local do acidente sem prestar socorro à vítima. A perna de Márcio foi encontrada  por parentes ontem, às 18 horas, a 500 metros do local da colisão.