Foto:Polícia Militar de Laguna/Divulgação/Notisul
Foto:Polícia Militar de Laguna/Divulgação/Notisul

Laguna

Mais uma pistola foi retirada das mãos de bandidos em Laguna na noite de ontem. Em rondas pelo bairro Portinho, uma equipe do Pelotão de Patrulhamento Tático (PPT) da Polícia Militar, em rondas pela localidade, abordaram um suspeito em uma casa. No imóvel, quase meio quilo de maconha, uma arma de fogo, duas balanças de precisões, cinco munições intactas da pistola, uma deflagrada, dois cartuchos – também deflagrados – de espingarda, celulares, e um facão foram apreendidos. Esta foi a 27ª arma de fogo retirada das ruas do município somente neste ano pela PM, fora as localizadas e apreendidas pela Polícia Civil, a maioria teria sido utilizadas em roubos na própria cidade e há suspeita de que alguma possa ter sido usada em algum dos 13 assassinatos já registrados no município em 2016.

Três homens foram conduzidos à Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Laguna, um deles é suspeito de ter matado uma pessoa na cidade. O Portinho é um dos bairros mais populosos da Terra de Anita Garibaldi. A Malvina, conhecida por alguns pontos de tráfico de drogas, que possivelmente sejam coordenados por integrantes do Primeiro Comando da Capital (PCC) é uma das maiores localidades do Portinho.

O delegado José Davi Machado presidiu o flagrante de ontem à noite. Esta operação da PM ocorre poucos dias depois de uma diligência dos militares em uma casa na Praia da Galheta, na região da Ilha do Cabo de Santa Marta, que culminou na prisão de dois homens, um de 33 anos natural de Blumenau, foragido da Colônia Penal Agrícola, em Palhoça, e outro de 40 anos, também foragido da Colônia Penal, além da apreensão de um adolescente de 17 anos.