Zahyra Mattar
Capivari de Baixo

Pelas mesmas pessoas ou pela mesma pessoa. A polícia Ainda não sabe quem é e quantos são os ladrões que furtaram, em menos de 24 horas, 12 estabelecimentos comerciais de Capivari de Baixo. A equipe da Delegacia de Polícia Civil do município iniciou ontem a investigação, depois que os 12 boletins de ocorrências foram registraram.

Os proprietários das lojas descobriram o furto somente ontem. A maioria dos estabelecimentos possuía alarme e, mesmo assim, várias peças de roupas e outros objetos expostos em vitrines foram levados. Conforme a investigação preliminar a polícia, o bandido (ou os bandidos) utilizou fios de arame para puxar as peças das vitrines por baixo da porta.

Os alarmes não dispararam com a ação do ladrão. Além disso, nenhuma das lojas possuía sinais de arrombamento, o que justifica a teoria do arame. A equipe de investigação da Polícia Civil de Capivari de Baixo já tem pistas sobre os furtos e deve solucionar o “mistério do arame” em breve.

Vandalismo
Uma casa em construção foi alvo de um incêndio na tarde de ontem, em Capivari de Baixo. Conforme a Delegacia de Polícia Civil do município, alguém pegou um pequeno galão de gasolina que estava na obra e ateou fogo no lugar.

Por sorte, o Corpo de Bombeiros de Capivari foi acionado a tempo de conter as chamas e evitar que tudo fosse consumido pelo fogo. O incidente, também alvo de investigação pela equipe da polícia, ocorreu no bairro Camila.