Tubarão
 
Após a divulgação do retrato falado do suposto estuprador de uma menina de 15 anos, em Tubarão, alguns cidadãos telefonaram para a polícia com informações sobre o acusado. Todas as denúncias são checadas pela equipe da Delegacia da Criança, do Adolescente, e de Proteção à Mulher e ao Idoso, com apoio da Divisão de Investigação Criminal (DIC).
 
A investigação é intensa para averiguar informações da população, que possam levar a polícia ao suspeito. Muitos fizeram questão de repassar o retrato para o máximo possível de pessoas. A exposição do desenho e a descrição das características do homem geraram ainda mais comoção e revolta.
 
E não é para menos. O crime ocorreu no último dia 23, quando a garota voltava da aula, em direção à sua casa, e foi abordada. Ele portava uma faca e a arrastou para uma construção, onde cometeu o estupro. Depois, ainda roubou  o seu aparelho de celular e dinheiro. O homem possui entre 35 e 40 anos, mãos grossas e porte entroncado.
 
Quem tiver alguma informação deve entrar em contato pelo disque-denúncia (197) da Polícia Civil. O denunciante não terá a sua identidade revelada e tudo é mantido sob sigilo absoluto.