Maycon Vianna
Tubarão

Dois traficantes, um deles armado, levou um tiro na perna na noite de ontem, por volta das 19h30min, no Morro da Caixa, no bairro Fábio Silva, perto de um conhecido ponto de tráfico da localidade. A dupla de policiais militares que fazia rondas pela localidade desconfiou dos suspeitos, que lanchavam em frente a uma residência em fase final construção, situada na metade do morro.

Um dos policiais pediu para ambos encostarem na parede para serem revistados. O traficante de 35 anos, solto há alguns meses do Presídio Regional de Tubarão, estava com uma arma escondida dentro da cueca. Um outro policial que dava suporte à ocorrência percebeu a ação do criminoso e efetuou um disparo na perna, mais precisamente na panturrilha (e ele terá que ser submetido a uma cirurgia). “Ele chegou a me arrastar no muro salpicado. Fiquei todo machucado. Se não fosse o meu parceiro, levaria um tiro. Foi uma ação em legítima defesa”, destaca o sub-tenente Ênio César Corrêa, da Polícia Militar.

O rapaz baleado foi encaminhado pelos soldados à emergência do Hospital Nossa Senhora da Conceição. A PM não sabe precisar que parte da perna do homem foi atingida e o estado de saúde não foi divulgado pelos funcionários do hospital.
Segundo os policiais que atenderam a ocorrência, após os últimos dois homicídios na cidade, os traficantes têm saído armados de casa. “Estão todos em alerta. O problema é que daqui a pouco sobra para um soldado ou uma pessoa inocente que não tem a ver com o tráfico de drogas”, constata Ênio.