A DIC de Criciúma instaurou o IP nº 09/19 para apurar o crime de lesão corporal grave praticado na data de 16 de janeiro deste ano, no bairro Morro Estevão, quando um ex-vereador da cidade de Criciúma foi agredido com uma barra de ferro por um cliente de um bar, sofrendo a vítima fratura exposta em um dos braços.

Naquela mesma ocasião o agressor de 47 anos, teria ameaçado parentes da vítima com uma arma de fogo. Nesta quarta-feira, dia 6, a Polícia Civil cumpriu um mandado de busca e apreensão na casa do agressor, localizada no bairro Morro Estevão. Ele foi abordado no momento em que chegava em casa dirigindo sua camionete, ocasião na qual portava no veículo uma pistola calibre .380 municiada. 

Segundo o delegado André Milanese, a arma de fogo é registrada, mas ele não possui autorização para portá-la, razão pela qual foi autuado em flagrante pelo crime de porte ilegal de arma de fogo, sendo liberado após pagar a fiança arbitrada pela autoridade policial. O homem também foi indiciado pelo crime de lesão corporal grave praticada contra o ex-vereador, cuja pena pode chegar até 5 anos de reclusão.