Um delegado da Polícia Civil foi preso na noite de quarta-feira (4) suspeito de assassinar a esposa e a enteada em um condomínio no bairro Atuba, em Curitiba. O suspeito, Erik Wermelinger Busetti, 45 anos, estava lotado na Delegacia do Adolescente. A mulher assassinada também era policial civil, a escrivã Maritza Guimarães de Souza, 41 anos. Já a enteada do delegado, Ana Carolina de Souza, tinha 16 anos. Ambas foram assassinadas a tiros.

Segundo informações dos vizinhos, ainda na tarde de quarta, o casal teria discutido dentro da residência. No entanto, já no começo da madrugada, o delegado foi até um vizinho com a filha do casal, de 9 anos, relatando que havia cometido uma loucura e estava disposto a se matar. O vizinho conseguiu acalmar o delegado e a Polícia Militar (PM) foi acionada.

Várias viaturas foram até o local e encontraram na casa do delegado, a esposa e enteada mortas. Busetti foi preso em flagrante e encaminhado à Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa ( DHPP). Ele será transferido ainda nesta quinta para o Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), que fez a prisão do delegado. A filha pequena do policial foi encaminhada a um parente.

A Polícia Civil vai conceder ainda nesta quinta-feira entrevista coletiva para informar mais detalhes deste crime.