As imagens mostram nitidamente a ação violenta dos bandidos para arrombar o cofre
As imagens mostram nitidamente a ação violenta dos bandidos para arrombar o cofre

 

Mirna Graciela
Grão-Pará
 
Dois homens acusados de arrombador do cofre da gruta do Rio Pequeno, em Grão-Pará, foram interrogados ontem pelos investigadores da Polícia Civil de Braço do Norte. O terceiro envolvido não prestou depoimento porque atualmente está em outra cidade, mas já foi intimado a comparecer à delegacia.
 
Por meio de mandados de busca e apreensão nas residências dos acusados, em três bairros distintos, os investigadores e os policiais militares do serviço de inteligência encontraram as armas usadas no dia do crime e um revólver calibre 32. O trio, que possui entre 24 e 25 anos, responderá o inquérito policial em liberdade.   
 
O crime ocorreu no dia 29 de março deste ano, quando, por volta das 2 horas, os três criminosos arrombaram o cofre da gruta a golpes de machado e picareta. Foram levados entre R$ 800,00 e R$ 1,2 mil. Logo após o furto, a Polícia Civil identificou  os responsáveis pelas imagens das câmeras de segurança do lugar, que mostram nitidamente a ação dos bandidos.  
 
Após o arrombamento, eles passaram em um posto de combustíveis, onde também foram reconhecidos pelas imagens do sistema de videomonitoramento, por causa das roupas que usavam. Todos são de Braço do Norte. Com as provas em mãos, os mandados foram solicitados ao judiciário, e as investigações coordenadas pelo delegado Francisco Ribeiro Soares.