Carolina Carradore
Tubarão

O detento Cristiano da Silva Silvano, 35 anos, foi morto na noite deste sábado. Ele foi atingido por três tiros. Cristiano era um dos cinco presidiários que fugiram do Presídio Regional de Tubarão, no dia 4 deste mês. Ele era o único que ainda não havia sido recapturado. Este é o primeiro homicídio do ano registrado em Tubarão. Em 2009, dez assassinatos ocorreram na cidade.

Cristiano foi baleado na rua João Adolfo Correa, no bairro Passagem, por volta das 19h30min. Segundo informações da Polícia Militar, mesmo ferido ele tentou fugir e se esconder em uma casa, mas foi perseguido pelo autor dos disparos, que desferiu outros três tiros em Cristiano.

O rapaz chegou a ser socorrido e levado com vida ao Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC), mas não resistiu aos ferimentos e morreu às 23h40min. Segundo o laudo do Instituto Geral de Perícias (IGP) de Tubarão, três projéteis atingiram as costas de Cristiano e as outras duas balas atingiram os braços. Após investigação, policiais militares apuraram que quatro homens participaram do homicídio. Até o fechamento desta edição, ninguém havia sido preso.

Fuga
Cristiano fazia parte do grupo de detentos que fugiu do Presídio Regional de Tubarão da ala do alojamento durante a madrugada do dia 4 deste mês. O setor é destinado aos presos com bom comportamento ou que aguardam progressão de regime. O primeiro detento foi recuperado no mesmo dia, em Capivari de Baixo. Os outros três retornaram ao presídio ao longo da semana. Somente Cristiano estava foragido. Morador do bairro Passagem, ele cumpria pena desde 1996.