Laguna

Depois da prisão do marido, de 35 anos, detido no último dia 24, ao se apresentar à delegacia de Laguna, após tentar matar a esposa, de 26 anos, e levar o filho do casal, sem informar o paradeiro – a criança de 7 anos foi localizada com um familiar. 

“O menino que durante a prisão do pai não foi localizado, estava na residência com a avó paterna, onde continua residindo. O autor da violência doméstica continua preso na Unidade Prisional Avançada (Upa) da Cidade Juliana, conforme decisão judicial”, informa o delegado do município, César Augusto Cardoso Reynaud. 

A prisão ocorreu conforme previsto na Lei Maria da Penha, com registro de boletim de atendimento de emergência e pré-hospitalar no Hospital Senhor Bom Jesus dos Passos. 
No dia 17 do mês passado, ele torturou a esposa, descumprindo a medida protetiva de urgência.

A filha de 3 anos está com a mãe em um local sigiloso e o caso está em acompanhamento pela promotora de justiça Sandra Goulart.