Rafael Andrade
Jaguaruna

Era início da tarde em Jaguaruna. Uma menina de 11 anos brincava sozinha em seu quarto. Um vizinho de 38 anos pulou a janela do cômodo e a ameaçou com uma faca. A criança ficou muito assustada com a atitude do homem. Ele a mandou tirar a roupa, também se despiu e começou a passar as mãos pelo corpo da menor. O agressor é conhecido da família. O perigo mora perto.

O caso chocou os policiais civis que atenderam a ocorrência. Enquanto os dois estavam no quarto, a mãe da criança estava em outro cômodo da casa e não ouviu barulhos, pois o agressor a ameaçava com uma faca.

Minutos aterrorizantes e intermináveis… O homem molestou a criança passando a mão em sua genitália. Ele também pegou a mão dela e a forçou a mexer em seu pênis.
Assim que o pedófilo deixou o quarto, a criança contou os fatos à mãe, que acionou a Polícia Militar. Em uma ação rápida, os policiais prenderam o estuprador e o levaram à delegacia de Jaguaruna. Os investigadores acreditam que o homem havia planejado o crime.

O delegado Adriano Almeida atendeu a ocorrência e fez o flagrante após tomar os depoimentos dos envolvidos. Não houve conjunção carnal, mas, segundo a nova lei, o acusado responderá por estupro de vulnerável, artigo 217 A do Código Penal Brasileiro, e poderá ficar até 15 anos preso em regime fechado. O agressor foi encaminhado ao Presídio Regional de Tubarão, onde está em uma ala especial para que não sofra represálias de outros detentos.