Oito bombeiros militares e seis cães auxiliarão na busca e resgate de vítimas no município carioca. Ele retornam no próximo sábado (26), quando o segundo grupo será enviado - Foto: Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina | Divulgação

Duas equipes de força-tarefa foram montadas pelo Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina para auxiliar nos trabalhos em Petrópolis, no Rio de Janeiro. Até esta sexta-feira, havia o registro de 129 mortos e 218 desaparecidos no município, devastado após fortes enxurradas. A solicitação foi feita pela corporação carioca nesta sexta-feira e prontamente atendida pelo governo catarinense. Oito integrantes dos Batalhões de Blumenau, Canoinhas, Curitibanos, Itajaí, Lages e Xanxerê, além de quatro cães de busca e resgate, integram o primeiro time.

Eles partem neste sábado (19), do Batalhão de Operações Aéreas (BOA), na capital, ficam em Petrópolis por cinco dias e retornam, quando a segunda equipe será deslocada. Estas trocas ocorrerão enquanto for necessário auxiliar o município carioca. O transporte será feito pelos aviões Arcanjo 02 e Arcanjo 06. Todos os militares que irão até o local possuem o Curso de Bombeiros Cinotécnicos, ou seja, estão aptos para busca, salvamento e resgate com cães. Os binômios, como são chamadas as duplas de bombeiro militar e cão de busca, são certificados para este tipo de atuação.

Três destas duplas atuaram na tragédia de Brumadinho, em Minas Gerais, quando uma barragem rompeu, em janeiro de 2019, e devastou a região. O comando desta operação ficará a cargo do capitão Alan Delei Cielusinky, que faz parte da Coordenadoria de Busca, Resgate e Salvamento com Cães. Ele e seu cão atuaram na tragédia de Mariana, em novembro de 2015, também em Minas Gerais, e integraram a equipe da Força Nacional dos Jogos Olímpicos Rio 2016.

Primeira equipe da Força-Tarefa Petrópolis

Capitão Alan Deley Cielusinski, de Xanxerê (comando da operação)

3º sargento Jaques Douglas Romão e cão Bravo, de Blumenau

Cabo David Canever e cão Léia, de Canoinhas

Cabo Ronaldo Fumagalli e cão Hunter, de Curitibanos

Soldado Joscley Tracz e cão Iron, de Xanxerê

Soldado Thiago Evandro de Amorim e cão Moana, de Itajaí

Soldado Guilherme Pereira Galli e cão Sasuke, de Lages

Soldado Giandro Rissi, de Curitibanos (logística)

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul