Maycon Vianna
Tubarão

Gritos, confusão e correria. Confronto entre gangues de bairro. A tarde desta sexta-feira foi violenta nas proximidades da Escola Básica João Teixeira Nunes, no bairro Morrotes, em Tubarão.

Três deles, dois armados com uma faca, começaram uma briga que envolveu vários adolescentes, incluindo estudantes da escola. Segundo informações dos populares, a briga iniciou por causa de uma rixa entre uma turma do Morrotes contra um grupo do Fábio Silva. “Foi momento de pânico. Um dos meninos ameaçava o outro com uma faca. Acredito que um dos adolescentes envolvidos na briga iria ser esfaqueado, mas a perfuração foi superficial”, detalha um dos moradores da localidade.
Os bombeiros de Tubarão foram acionados e atenderam a vítima no local. O confronto iniciou em frente à escola e estendeu-se por alguns minutos pela rua São João, no Morrotes.

De acordo com a polícia, o bairro possui muitas gangues que querem dominar as ‘bocas de fumo’. Suspeita-se ainda que os traficantes utilizam menores como ‘laranjas’ do tráfico. Um comerciante da localidade afirma que os adolescentes gabam-se e amedrontam os moradores com pistolas. “Eles metem medo e dizem que não têm medo de atirar. É preciso mais segurança no bairro. Vivemos com receio de que um dos nossos familiares ou conhecidos sejam atingidos por uma bala perdida”, confessa.

Próximo à ponte Manoel Alves Antunes (do Morrotes), duas pessoas foram mortas à queima roupa. Rogê Moreira e Taiane Espíndola (em 5 de junho e 15 de julho) foram atingidos por vários tiros.
A polícia ainda investiga a morte de ambos e o envolvimento deles com o tráfico.