Um homem que jogou água fervendo e esfaqueou o companheiro foi condenado pelo Tribunal do Júri da Comarca de Criciúma na tarde desta quinta-feira (15). O homem terá que cumprir 12 anos e cinco meses de prisão, em regime inicialmente fechado, por tentativa de homicídio triplamente qualificado.

Segundo a denúncia da 1ª Promotoria de Justiça da Comarca de Criciúma, a vítima estava dormindo no quarto com a porta fechada quando o réu entrou e despejou uma panela com óleo e água ferventes sobre ele. O acusado ainda tentou trancar o companheiro no quarto, mas ele conseguiu fugir até a rua, onde foi golpeado quatro vezes com uma faca.

A vítima só conseguiu sobreviver porque vizinhos afugentaram o réu e chamaram socorro médico. O crime ocorreu em 10 de outubro 2018, em Criciúma. O acusado cometeu o crime motivado por motivo fútil, porque sentia ciúmes e não aceitava o término do relacionamento.

O Promotor de Justiça Marcelo Francisco da Silva sustentou que o réu usou de meio cruel, escaldamento e facadas, além de dificultar a defesa da vítima, por surpreendê-lo dormindo. O Conselho de Sentença considerou o réu culpado por homicídio triplamente qualificado: por uso de meio cruel, por dificultar defesa da vítima e por ter sido praticado por motivo fútil. A decisão é passível de recurso.

 

Fonte: MPSC

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul