O intuito da operação é coibir a compra e venda clandestina de baterias e metais, como o cobre e alumínio, já que a sua subtração gera enormes prejuízos aos pescadores e proprietários de imóveis residenciais e comerciais de Laguna e Pescaria Brava - Foto: Polícia Civil de Santa Catarina | Divulgação

Nos últimos meses, o aumento significativo de furtos de metais, em especial o cobre e o alumínio, e de baterias usadas para a pesca do camarão chamou a atenção da Polícia Civil de Laguna e Pescaria Brava e motivou uma operação, nesta quinta-feira (24), para desarticular o comércio clandestino destes itens. Dois mandados de busca e apreensão foram cumpridos em estabelecimentos suspeitos de receptarem este tipo de material. No total, foram apreendidos aproximadamente 60 quilos de fios e tubos de cobre, três baterias estacionárias, 20 baterias utilizadas na pesca de camarão, 20 metros de cabos de fibra óptica e carcaças de maquinários de ar condicionado.

Foram apreendidos 60 quilos de fios e tubos de cobre, além de 20 metros de cabos de fibra e 20 baterias utilizadas na pesca do camarão em Laguna e Pescaria Brava. Investigações continuarão nas duas cidades – Foto: Polícia Civil de Santa Catarina | Divulgação

Dois homens foram autuados por manterem os produtos de origem ilícita em seus estabelecimentos comerciais. Conforme a polícia, alguns dos autores dos furtos foram identificados ao longo das investigações, que prosseguirão nas duas cidades. As ações de fiscalização serão intensificadas em estabelecimentos de compra e venda de sucata com o intuito de estancar o comércio e também prender os suspeitos pelos furtos. A Guarda Municipal de Laguna deu apoio para a operação. 

 

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul