A caninana não é venenosa e ataques da espécie a humanos são raros. Os Bombeiros Voluntários e soltaram em uma área de mata fechada e sem residências próximas - Foto: Bombeiros Voluntários de Jaguaruna | Divulgação

Um agricultor do bairro São Luiz, em Treze de Maio levou um baita susto quando foi buscar seu trator para realizar um serviço em sua propriedade, nesta sexta-feira (25). Quando encontrou no galpão, viu que tinha um bicho dentro da armação. Ele foi olhar melhor e viu que era um cobra. Assustado ele pediu ajuda dos Bombeiros Voluntários de Jaguaruna (BVJ).

Quando a guarnição chegou, a cobra ainda estava no mesmo lugar. Ela foi capturada e ‘levada para casa’: uma área de mata nativa e sem residências próximas. O ofício era uma caninana. A espécie é bastante comum em toda a América Latina e tem como principal característica a pela amarela com grandes manchas pretas.

A caninana pode atingir cerca de 2,5 metros de comprimento, não é venenosa e é bastante rápida e ágil, motivos que fazem com que a maioria das pessoas tenha pavor do bicho. Os ataques de caninas são raros. A principal defesa dela é justamente a agilidade para fugir quando se sente ameaçada. A espécie se alimenta principalmente de roedores, sapos, lagartos e pequenas aves. 

 

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul