A Lagoa do Arroio Corrente é a única com guardas-vidas da região. Desde o ínicio da temporada, já foram contabilizadas quatro mortes em Jaguaruna. Três em lagoas e uma no mar.
A Lagoa do Arroio Corrente é a única com guardas-vidas da região. Desde o ínicio da temporada, já foram contabilizadas quatro mortes em Jaguaruna. Três em lagoas e uma no mar.

Karen Novochadlo
Jaguaruna

Desde o início da Operação Veraneio, em 11 de dezembro, cinco mortes ocorreram afogadas na região (confira os locais no quadro abaixo). Duas em áreas cobertas por guardas-vidas – uma em água doce e uma no mar. Os bombeiros orientam que as pessoas evitem locais desguarnecidos ou áreas que estejam afastadas mais de 500 metros na faixa de areia dos postos.
Nos últimos dois anos, nenhuma morte por afogamento havia sido registrada nas áreas protegidas. Na edição passada da operação, foram nove em áreas desprotegidas.

Em Jaguaruna, as praias são patrulhadas por bombeiros militares do 8º batalhão em Tubarão. Os bombeiros voluntários do município fornecem apoio nas orientações aos banhistas. O comandante dos voluntários, Fabiano Dias, alerta que saber nadar não significa que possa ser imprudente. “Mesmo os guardas-vidas estão devidamente equipados, com life belts e nadadeiras. Eles não correm riscos desnecessários,” explica.

A imprudência e a falta de cuidado dos banhistas são as principais causas dos afogamentos. Em Jaguaruna, muitos entram na água com materiais impróprios para lagoas e mar, como bóias feitas de câmara de ar de caminhões ou colchões de ar. “Estas pessoas acabam sendo arrastadas e não conseguem voltar”, relata Dias.
Em Imbituba, o número de turistas e, consequentemente, a quantidade de afogamentos. Foram registrados dois óbitos.

Em toda a região, foram 13 afogamentos com recuperação. O bombeiro militar tenente Rafael Fortunato Camilo explica que as pessoas deveriam seguir as orientações dos guarda-vidas. “Às vezes, sinalizamos um local como perigoso e alguns ignoram”, lamenta.

Óbitos
• Jaguaruna – Lagoa da Esplanada e Praia do Arroio Corrente (local guarnecido);
• Imbituba – Praia do Rosa (local guarnecido) e Lagoa da Ibiraquera;
• Laguna – Praia do Gi.

Lembre-se
Durante o Carnaval, aumentam as ocorrências por afogamento. As pessoas devem lembrar-se que álcool e água não se misturam. Toda praia é um lugar potencialmente perigoso. Os buracos, a profundidade e as correntes são uma ameaça aos banhistas.

Operação Veraneio
A Operação Veraneio encerra no dia 15 de março. A área de abrangência do 8º batalhão do Corpo de Bombeiros vai da praia da Esplanada, em Jaguaruna, até a da Gamboa, em Garopaba. Em 22 praias, são 24 postos. Só no Mar Grosso, em Laguna, são quatro. No Arroio Corrente, em Jaguaruna, está o único posto de água doce, na Lagoa do Arroio Corrente.

Locais cobertos pelos Guarda-vidas
Jaguaruna: Arroio Corrente, Lagoa do Arroio Corrente, Camacho, Campo Bom e Esplanada.
Laguna: Mar Grosso, Praia do Gi, Farol, Praia do Sol e Itapirubá Sul.
Garopaba: Gamboa, Siriú, Central, Ouvidor e Ferrugem.
Imbituba: Praia do Rosa, Vila, Vila Nova, Itapirubá Norte, Ribanceira, Ibiraquera/Luz e Porto.

Dicas de segurança
♦ Nadar sempre perto de um posto guarda-vidas.
♦ Perguntar ao guarda-vidas o melhor local para o banho.
♦ Não superestimar a capacidade de nadar – 46,6% dos afogados creem que sabem nadar.
♦ Ter sempre atenção com as crianças.
♦ Nadar longe de pedras, estacas ou piers.
♦ Evitar ingerir bebidas alcoólicas e alimentos pesados antes do banho de mar ou rio.
♦ Se encontrar crianças perdidas, leve-as ao posto de guarda-vidas.
♦ Nunca tentar salvar alguém em apuros se não tiver confiança em fazê-lo. Muitas pessoas morrem desta forma.
♦ Ao pescar em pedras, observar antes se a onda pode alcançá-lo.
♦ Antes de mergulhar, certifique-se da profundidade.
♦ Mantenha-se afastado de animais marinhos como água-viva e caravelas.
♦ Fique atento à sinalização de praia (bandeiras) colocada pelos guarda-vidas.