Quedas de árvores em Laguna e São Ludgero (LD)

Entre as ocorrências atendidas pelo 8º Batalhão do Corpo de Bombeiros Militar (8ºBBM), sediado em Tubarão, o destaque foram as quedas de árvores em nove cidades de abrangência da corporação.

Segundo o major Rafael Fortunato Camilo, sub-comandante do 8º batalhão, árvores caíram sobre residências, vias públicas e veículos. Foram 21 ocorrências desta natureza.

“O que houve foram impedimentos de acessos aos locais públicos ou danos materiais em edificações e veículos. Felizmente, não tivemos vítimas. Um problema na rede telefônica, no 193, foi constatado. Estamos em contato constante com as operadoras para o restabelecimento, pois ainda há problemas em alguns municípios da região”, esclarece o major.

Rafael pede aos moradores que redobrem os cuidados na questão de reposição de telhados ou outras condições estruturais devido aos riscos dos serviços em altura. “É muito importante tomas as precauções com a segurança pessoal”, reforça.

Cidades com o registro de 21 ocorrências de corte de árvores

– Tubarão – 4
– Braço do Norte – 2
– Capivari de Baixo – 2
– Garopaba – 1
– São Ludgero – 2
– Imbituba – 1
– Laguna – 4
– Armazém – 2
– Orleans – 3

Em Santa Catarina

Cento e um municípios foram afetados pelo ciclone extratropical que atinge Santa Catarina desde a tarde desta terça-feira (30). O balanço foi divulgado pela Defesa Civil hoje (1) no início da tarde.

Foram nove mortes confirmadas e outras duas pessoas desaparecidas por causa do fenômeno climático.

As mortes foram de uma idosa em Chapecó, um homem em Santo Amaro da Imperatriz, três pessoas em Tijucas, Governador Celso Ramos (1), Ilhota (1), Itaiópolis (1) e Rio dos Cedros (1). Os desaparecimentos ocorreram em Tijucas e Brusque.

O Corpo de Bombeiros Militar atua com mais de mil homens nas ruas, com o apoio de 380 viaturas. Mais de 1,6 atendimentos já foram realizados.

Fotos: Laguna e São Ludgero/8ºBBM Tubarão