O carro Honda City utilizado por Alexandre de Borba foi encontrado no início da tarde desta terça-feira (25), na zona Norte de Joinville. O taxista foi encontrado morto durante a madrugada, no bairro Santa Catarina, com marcas de golpes de arma branca na face e no pescoço.

O carro, que foi levado pelos suspeitos, foi encontrado na rua Iuna, no bairro Costa e Silva, há mais de 10 quilômetros do local onde o corpo de Alexandre foi encontrado.

Segundo o delegado Fabiano Silveira, todos os indícios apontam para que o taxista tenha sido vítima de latrocínio – roubo seguido de morte. O carro foi recolhido e passou por perícia do IGP (Instituto Geral de Perícias). As manchas de sangue no interior do carro apontam que a morte do taxista tenha sido, provavelmente, ainda dentro do veículo.

O sepultamento de Alexandre irá acontecer na quarta-feira (26), às 16h30, no Cemitério Municipal.