Ronaldo tinha 33 anos e este era seu terceiro mandato como parlamentar municipal - Foto: Câmara de Vereadores de Lauro Müller | Divulgação

O acidente que vitimou um trabalhador da Carbonífera Metropolitana é investigado pelo departamento de segurança da empresa. Conforme nota divulgada nesta segunda-feira (28 – veja na íntegra abaixo), além de apurar as causas do incidente, ocorrido na madrugada do último sábado (26), a equipe dá todo o suporte para a família de Ronaldo da Silva, de 33 anos. Ele tinha esposa e duas filhas. Além de mineiro, Ronaldo era vereador em Lauro Müller.

O acidente ocorreu na superfície, durante o deslocamento na estrada entre a Mina Esperança Leste e o pátio de operações da empresa, em Treviso. O trabalhador estava em um trator e o veículo tombou. Ronaldo ficou preso embaixo da máquina. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamado, mas quando a equipe médica chegou Ronaldo já havia falecido em função dos gravíssimos ferimentos. Ronaldo era vereador pelo Partido Progressista (PP), estava em seu terceiro mandato e havia ocupado o cargo de presidente da Mesa Diretora da Câmara em 2018.

Nota da empresa
A Carbonífera Metropolitana S/A lamenta o falecimento do mecânico de sua equipe, o colaborador Ronaldo da Silva, em acidente ocorrido em superfície, durante deslocamento na estrada entre Mina Esperança Leste e o pátio de operações da empresa, em Treviso, na madrugada deste sábado, 26 de fevereiro. Neste momento, o Departamento de Segurança da empresa apura as causas do acidente  ao mesmo tempo em que presta atendimento à família de Ronaldo, que também era vereador em Lauro Müller.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul