Rafael Andrade
Tubarão

Na calada da noite e equipado para o ‘trabalho’, um grupo de ladrões de banco agiu mais uma vez em Tubarão. Milhares de reais foram furtados de dois caixas eletrônicos do Banco do Brasil (antigo Besc), no centro, na madrugada de ontem.

Os bandidos agiram com planejamento e mostraram paciência. A Polícia Militar chegou ao local no início da manhã e não encontrou mais ninguém. “Encontramos os materiais utilizados por eles no arrombamento aos caixas. Mostra que foi tudo muito bem planejado”, declara um policial que atendeu a ocorrência.

No dia 17 de maio deste ano, houve uma tentativa de arrombamento no mesmo banco, mas a PM conseguiu impedir. Os bandidos ficaram receosos com o patrulhamento e deixaram a agência às pressas, com medo de um flagrante. O mesmo grupo deve ter retornado para terminar o ‘serviço’.

Como na tentativa de maio, o grupo deixou para trás o material de trabalho: fitas adesivas, luvas, lonas e litros de água. Os caixas foram arrombados por um maçarico, prática comum utilizada neste tipo de crime. O maçarico não foi abandonado pelo grupo. “Provavelmente, eles utilizarão em outras agências”, alerta um investigador.

A Polícia Civil investiga o caso e ainda não tem pistas dos envolvidos. Não houve danificação nas câmeras de monitoramento e as imagens podem auxiliar nas investigações. Porém, como não houve remoção das câmeras, os investigadores acreditam que os ladrões usaram balaclavas (toucas) para esconder o rosto.

Suspeita
Há a hipótese de que a ação tenha sido feita pela mesma quadrilha de ‘caixeiros’ que agiu na região nas últimas ocorrências. O último roubo em instituição financeira na região ocorreu no Banco do Brasil de Jaguaruna, no início de abril. Foi a quarta vez este ano que os bandidos agiram naquela agência.