Uma briga familiar pode ter resultado no primeiro homicídio registrado em Criciúma em 2022. O fato ocorreu no último sábado, dia (1º) no bairro São Simão. A vítima, de 66 anos, foi encontrada morta em casa somente no domingo (2).

Para a Polícia Militar (PM), o filho da vítima relatou que durante uma confraternização da família o seu pai, armado com uma faca, partiu para cima do genro após uma discussão. Para se defender, o genro acertou o sogro com uma cadeira. O idoso caiu e bateu com a cabeça no trilho do portão. Após se levantar e a briga encerrar, ele foi embora.

No dia seguinte, familiares estranharam que o homem manteve a casa fechada, já que costumava abrir portas e janelas. A PM foi acionada e ao entrar na casa encontrou o idoso deitado na cama, já sem vida, apresentando ferimentos e hematomas.

O boletim de ocorrência feito pelos policiais militares aponta que em uma análise inicial a perícia constatou que a morte teria ocorrido por traumatismo craniano, tendo como provável causa as lesões sofridas durante a briga. A PM registrou o caso como homicídio culposo, quando não há intenção de matar, mas o fato segue sendo investigado pela Polícia Civil.

“Foi instaurado inquérito policial para apurar os fatos. A informação inicial é de que houve uma briga familiar. Os envolvidos negaram atendimento médico e foram para suas casas. De manhã, um deles foi encontrado em óbito na residência, possivelmente por conta das lesões da briga. A Polícia Civil, a Polícia Militar e a perícia estiveram no local. Será apurado eventual delito de homicídio ou lesão seguida de morte ou, ainda, se houve legítima defesa”, esclareceu o delegado Yuri Miqueluzzi, da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Criciúma.

“Está sendo tratado, inicialmente, como lesão corporal seguida de morte, com possibilidade de ter havido legítima defesa. Vamos realizar as investigações para instruir o inquérito com as informações necessárias”, completou Miqueluzzi.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul

Fonte: Engeplus