#PraCegoVer Na foto, o giroflex de uma viatura policial
- Foto ilustrativa | Divulgação

Um eletricista prestava serviço na casa de um pedreiro, neste sábado (23), no Centro de Braço do Norte, quando os dois homens discordaram sobre como o trabalho deveria ser feito e começaram a discutir. Foi quando o eletricista puxou uma pistola e ameaçou matar o pedreiro. Assustado, o homem saiu gritando que chamaria a polícia e o outro fugiu do local. Uma Radiopatrulha e uma equipe do Pelotão de Policiamento Tático do 35º Batalhão de Polícia Militar em Braço do Norte (35BPM) foram despachadas para o endereço, pois até então poderia se tratar de uma tentativa de homicídio ou ameaça com arma de fogo.

No imóvel, aos policiais, a vítima relatou a discussão e disse que o homem puxou uma arma depois que ele correu para ligar para o 190. Com a descrição do eletricista, a PM passou a realizar rondas pelo Centro da cidade e bairros vizinhos. Pouco tempo depois ele foi avistado e abordado. Com ele, nada ilícito foi encontrado. Os policiais o indagaram sobre a arma e ele disse que era de brinquedo e que já tinha guardado em casa. As guarnições deslocaram-se até a residência do homem e confirmaram que a pistola era mesmo um simulacro. O falso armamento foi apreendido e o homem terá que responder a uma Termo Circunstanciado de Ocorrência.

Fonte: 35º Batalhão de Polícia Militar em Braço do Norte
Edição: Zahyra Mattar | Notisul

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul