Zahyra Mattar
Gravatal

Uma operação conjunta entre os setores de investigação da Polícia Militar de Tubarão e Braço do Norte, a Polícia Militar Rodoviária Estadual, em Gravatal, agentes do Batalhão de Operações Especiais (Bope), de Florianópolis, e ainda guarnições da Polícia Militar de Braço do Norte resultou na detenção de três acusados de tráfico de drogas, nesta sexta-feira. As prisões ocorreram em Gravatal, no posto da PMRE, e em Braço do Norte, no bairro Rio Bonito.

Há meses, os setores de investigação da PM das duas cidades e a PMRE investigavam e trocavam ‘figurinhas’ a respeito de uma dupla suspeita de traficar droga de Tubarão para Braço do Norte. Ontem, uma operação tática foi montada para prendê-los. Eles passaram pelo posto da PMRE que passou a informação para a investigação de Tubarão.

À paisana, os policiais flagraram a dupla parar no trevo de acesso principal a Tubarão, no bairro Humaitá de Cima. Várias motocicletas abordaram o veículo. Alguns para ‘despistar’ a polícia e fazer a segurança da dupla. Outros para entregar a droga. Quando eles saíram de Tubarão, a PMRE já os aguardava. Foram parados e, na revista do veículo, 38 gramas de pasta de cocaína foram encontrados, divididos em três ‘buchas’.

Um dos acusados tem 28 anos. O outro aproximadamente 20. Ele estava sem nenhum documento na ocasião da prisão. Neste tempo, agentes do Bope e da PM de Braço do Norte chegaram para prestar auxílio.

Os dois delataram para quem a droga seria entregue: um homem residente no bairro Rio Bonito, em Braço do Norte. Os dois presos foram com a polícia até a casa onde deixariam a droga. O homem que a receberia foi preso. Outros dois veículos foram retidos. Conforme a investigação, a dupla sempre buscava pouca substância para não correr riscos. Desta vez, porém, eles foram pegos e o início do esquema desbaratado. Outras prisões podem ocorrer.

Apesar de ser pouca, a quantidade é suficiente para produzir cerca de 500 gramas de cocaína para venda, já que várias outras substâncias, como pó de mármore e vidro e remédios estimulantes são adicionados para fazer o produto ‘render’.