Apesar do risco presente de sinistros envolvendo inundações e enxurradas, esta não é uma ocorrência enfrentada com frequência pelas equipes de resposta.

Pedras Grandes

O primeiro treinamento deste ano sobre Busca e Resgate em Inundações e Enxurradas do 8º Batalhão de Bombeiros Militar, com sede em Tubarão, foi realizado em Pedras Grandes nesta sexta-feira (4). Durante a manhã, foram revistas as técnicas de deslocamento em corredeiras de forma defensiva e ofensiva, resgate de vítimas utilizando sacos de arremesso e por meio de isca-viva.

No período vespertino, o foco foi o trabalho de resgate com botes infláveis, sendo repassadas as formas de condução em corredeiras e a abordagem/resgate de vítimas. O objetivo foi promover o nivelamento técnico e o entrosamento entre os integrantes da FT-08. Apesar do risco presente de sinistros envolvendo inundações e enxurradas, esta não é uma ocorrência enfrentada com frequência pelas equipes de resposta.

Portanto, o treinamento é fundamental para que técnicas sejam revistas e um planejamento prévio seja realizado para eventos dessa natureza, o que mantém a força-tarefa preparada para ser acionada a qualquer momento.

Sobre a força-tarefa

Cada um dos 14 batalhões de Bombeiros Militar de Santa Catarina possui a sua força-tarefa. Esta tem uma estrutura autossuficiente e independente, com viaturas, embarcações e kits específicos para cada tipo de salvamento em que atuarão (deslizamentos, estruturas colapsadas, enchentes e inundações, incêndios florestais e outros desastres).

Sempre que a emergência ultrapassa a capacidade de resposta local, a força-tarefa é acionada. Ela é composta por 12 bombeiros militares com maior capacidade técnica na área do batalhão. A

A ideia principal é a autossuficiência – caso acionada, deve ter condições de, por si só, permanecer no local do desastre por um prazo mínimo de dez dias sem a necessidade de recursos adicionais quaisquer, até o cumprimento da missão institucional.

A força-tarefa do 8º Batalhão de Bombeiros Militar possui integrantes de Laguna, Capivari de Baixo, Tubarão, Braço do Norte e Orleans.O comandante é o 2º tenente Henrique José Schuelter Nunes, que acumula a função de comandante do Pelotão de Orleans.