O bombeiro militar Alexandre Ramos Miranda, de 44 anos, morreu afogado na praia da Galheta na manhã desta sexta (21). O corpo foi localizado por moradores por volta das 8h55. O velório está ocorrendo no Salão Paroquial da Passagem da Barra. O sepultamento será às 15h, no Cemitério da Passagem da Barra, também em Laguna.

Na sexta, uma guarnição do Corpo de Bombeiros de Tubarão se dirigiu para a região Norte da praia da Galheta. No local, próximo do costão, os socorristas encontraram o homem, já sem vida.

Miranda atuava no aeroporto de Jaguaruna. Ele havia saído para pescar e não retornou. Um grupo de pescadores fez o acionamento dos bombeiros. O corpo foi encontrado por volta das 10h30 e foi encaminhado ao Instituto Médico-Legal (IML) de Tubarão, para reconhecimento da família. A vítima tinha 24 anos de atuação como militar e reconhecimentos por atos de bravuras e heroísmo.

O velório será na Capela da Igreja Católica da Passagem da Barra e seu sepultamento se dará às 15h no cemitério da comunidade (proximidades do local da capela). A saída do local do velório para o sepultamento será às 14h30.